Fahrenheit 451 | Resenha do Livro

by - 27 maio


Fahrenheit 451 | Ray Bradbury | Ficção Científica | Biblioteca Azul | 2012 | 216 pág | ⭐⭐⭐⭐⭐💜 

Sinopse: A obra de Bradbury descreve um governo totalitário, num futuro incerto mas próximo, que proíbe qualquer livro ou tipo de leitura, prevendo que o povo possa ficar instruído e se rebelar contra o status quo. Tudo é controlado e as pessoas só têm conhecimento dos fatos por aparelhos de TVs instaladas em suas casas ou em praças ao ar livre.Fahrenheit 451 é dividido em três partes: A lareira e a salamandra, A peneira e a areia e O clarão resplandecente. O livro conta a história de Guy Montag, que no início tem prazer com sua profissão de bombeiro, cuja função nessa sociedade imune a incêndios é queimar livros e tudo que diga respeito à leitura. Quando Montag conhece Clarisse McClellan, uma menina de dezesseis anos, ele percebe o quanto tem sido infeliz no seu relacionamento com a esposa, Mildred. Ele passa a se sentir incomodado com sua profissão e descontente com a autoridade e com os cidadãos. A partir daí, o protagonista tenta mudar a sociedade e encontrar sua felicidade.


Eu estava numa baita ressaca literária que durou exatos 3 meses e não sabia como sair disso. Depois de várias dicas e indicações de livros, resolvi dar uma chance a uma obra que estava encalhada na minha estante e, por ser um clássico de poucas páginas, fui acreditando que daria certo. E deu!

O livro foi escrito após a segunda guerra mundial, e, na época classificado como uma ficção distópica, hoje vemos que infelizmente é uma coisa que poderia facilmente acontecer. Guy Montag é um bombeiro cujo trabalho é incendiar livros. Isso mesmo minha gente: bibliotecas era vistam como clandestinas e quem portava livros eram criminosos.


Contudo, o véu percepção de Montag a cerca de seu trabalho começa a cair quando ele se depara com uma jovem menina chamada Clarisse McClellan que o questiona a cerca de muitas coisas sobre a alienação vivida em massa pelas pessoas e principalmente sobre a vida que ambos vivem. É a partir daí que se desencadeiam muitos pensamentos na cabeça de Montag e ele passa a buscar respostas do por que as pessoas terem essa relação com os livros.

Apesar da escrita ser de décadas atrás, o autor escreve de maneira muito fluida e fácil compreensão. É uma narrativa em terceira pessoa, mas que te acolhe e te conduz por entre a trama e te faz querer saber mais e mais sobre essa distopia.


O livro é dividido em 3 partes: A Lareira e a Salamandra; A Peneira e a Areia; e O Brilho Incendiário.

E uma curiosidade sobre o título: 451 graus Fahrenheit (ou 233° graus Celsius) é a temperatura necessária para que um papel se queime.

Obs.: Meu notebook deu pau tem um tempão, por isso que tô sem atualizar por aqui. Mas consegui recuperar um note antigo e vou tentar usar ele pra não deixar esse cantinho abandonado. Enfim, se quiserem se manter atualizados, basta acompanhar nossa página no instagram, tá sendo bem mais fácil de postar por lá. Um abraço a todos e até o próximo post!

You May Also Like

5 Comments

  1. Oi, Thammy como vai? Li este livro já faz um tempão, mas pude lembrar dos acontecidos ao ler sua resenha, aliás ficou excelente. Que bom que o livro lhe agradou. Abraço!



    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Quero ler esse livro faz tempo, está na minha lista há mais de um ano e ainda não consegui ler. Não quero comprar porque são muitas opiniões diferentes e fico confusa mas, quero tirar as minhas conslusões e acho que pela premissa do livro eu vou curtir a história.
    Beijocas.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Gostei bastante do artigo de hoje, sempre estou aqui acompanhando seu blog. Tenho aprendido muitas coisas legais aqui.

    Beijos 😘.

    Meu Blog: 5 Batons da Daniela

    ResponderExcluir
  4. Oi, Thammy!
    Eu sou suspeita em falar, porque esse é um dos meus livros favoritos ♥
    O que eu mais gosto nas ficções distópicas, é a maneira como elas abordam algo que deveria ser impossível de acontecer, mas que na realidade a gente sabe que não é bem assim.
    Gostei demais da sua resenha e já estou seguindo aqui :D

    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
  5. Gostei da resenha de hoje, muito bom seu blog! Parabéns minha linda!

    Meu Blog: Loteria de Santa Catarina

    ResponderExcluir