Objetos Cortantes ✁ Gillian Flynn

5 Comments
Objetos Cortantes | Gillian Flynn | Romance Policial | Intrínseca | 2015 | 254 páginas | ⭐⭐⭐⭐

✁ Sinopse: A vida da solitária Camille Preaker em Chicago resume-se a escrever matérias para a editoria de polícia do jornal Daily Post, beber vodca além da conta e torturar-se pelo passado que deixou para trás na pequena Wind Gap, sua cidade natal. É para lá que seu editor a envia em busca de um furo de reportagem. Naquela comunidade ao sul do Missouri, um serial killer faz de crianças suas vítimas. Recebido com entusiasmo pelo público e pela crítica dos Estados Unidos, Na própria carne, romance de estréia de Gillian Flynn, descreve o tumultuado reencontro da protagonista Camille Preaker com os fantasmas de sua própria história.

Eis que depois de muito tempo saio de um limbo onde não conseguia ler nem produzir nada. A gente tem daquelas fases que bate a bad e não temos ânimo nem pra fazer aquilo que mais gostamos. Mas o bom é que com o estímulo certo essas fases acabam passando e retornamos para o nosso ninho de leitura.

Pra marcar o meu retorno (que não é de Jedi), decidi ler Objetos Cortantes e conhecer a leitura da querida Gillian Flynn.


O livro conta a história de Camille Preaker, uma jornalista quebrada psicologicamente que é enviada para a sua cidade natal a fim de cobrir um assassinato e um desaparecimento, ambos fatos envolvendo menininhas "difíceis de lidar". Retornando ao lar (parece título do homem aranha kkk), Camille revê algumas personalidade que fizeram da vida dela um pouco melhor naquele local, e outras personalidades que tiveram um efeito contrário: sua mãe e a morte prematura de sua irmã mais nova transformam o que era pra ser uma tarefa simples, relatar as tragédias ocorridas, em uma experiência sufocante narrado em primeira pessoa.


O desenvolvimento da trama transcorreu fluidamente, porém com um formato bem compacto. Mesmo sendo um romance policial, a autora não deixou pontas soltas, o que me surpreendeu bastante unindo a um suspense sutil sem muitas possibilidades de assassinos em potencial. Confesso que quando estava passando da metade do livro eu já tinha uma clara ideia de um possível suspeito e, somando os pequenos elementos que a Gillian ia soltando na narrativa, eu fui ligando os pontos e acabei acertando o palpite do assassino.

A edição é bem simples da editora Intrínseca, com 254 páginas em offwhite e espaçamento bem distribuídos, com a capa opcional da série lançada pela HBO.


Por fim, um livro que retrata (além da expectativa de resolver os assassinatos) os problemas psicológicos gerados pela família que contribui na personalidade de um ser humano que convive com uma família perturbada. Apesar do suspense leve, o drama é bem intenso no contexto de Camille/Mãe/Irmã fazendo com que você torça para que a protagonista vença suas dificuldades.


You may also like

5 comentários:

  1. Ainda não conheço, mas teve uma série com esse nome, né? :)

    O Planeta Alternativo

    ResponderExcluir
  2. Oi, Thami!

    Entendo bem como às vezes bate o desânimo, é importante também tirarmos um tempo pra nós mesmos, descansar um pouco, mas fico feliz de saber que você conseguiu retomar as leituras! Não curto muito o gênero do livro, mas vejo muitos comentários positivos sobre a obra, e sua resenha ficou excelente!

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Thamiris, tudo bem?
    Nossa, sei bem como é essa fase de bad.. até hoje tô correndo atrás do prejuízo e tendo recaídas. E logo num momento que eu tenho mais tempo livre, estou produzindo muito menos do que quando eu estava na faculdade, cursava inglês, autoescola... enfim... vida que segue e espero que seja mais produtiva!
    Acho que já vi a capa desse livro em algum lugar, mas nunca parei para ler nem mesmo a sinopse. Achei a história interessante e como pelo jeito que você descreveu como foi a leitura, acho que não irei me decepcionar se pegar esse livro.

    Até mais;
    |Mente Hipercriativa (Blog) | Mente Hipercriativa (Fanpage)|

    ResponderExcluir
  4. Oi, Thamiris.
    Eu vou ver o seriado.
    Vi apenas um episódio e gostei e quero completar.
    Parece muito bom e o livro deve ser bem legal também.
    E o que mais gostei é que não tem tantas e tantas páginas.
    Esse lado psicológico é o que mais me atraiu.
    Bela resenha.
    Abraços.
    Diego || Visite Diego Morais Viana

    ResponderExcluir

| Blog Misto Quente | Siga no Instagram | Curta no Facebook |