A Cor que Caiu do Céu - Box H.P. Lovecraft

Título no Brasil: A Cor que Caiu do Céu
Autor: H.P. Lovecraft
Gênero: Terror, ficção científica
Editora: Pandorga
Ano da Edição: 2018
H.P. Lovecraft é um dos grandes mestres do horror e da ficção cósmica.
Com enredos marcados pelo simbolismo e muitas vezes inspirado por seus constantes pesadelos, Lovecraft envolve o leitor em uma atmosfera tenebrosa, cujo desfecho é sempre surpreendente. Nessa coleção, reunimos alguns dos contos clássicos do autor em uma caixa feita especialmente para colecionadores e amantes do gênero. Nessa coleção , composta por três livros, reunimos alguns dos contos clássicos do autor em uma caixa feita especialmente para colecionadores e amantes do Gênero.
Nota:


Eu pouco sabia sobre medo clássico, e confesso que cheguei a ter um pouco de preconceito sim com esse tipo de leitura. Mas depois que me joguei de cabeça no mundo das fantasias foi que esse gênero literário voltou martelar na minha cabeça. E por que não dar uma chance? O destino resolveu ajudar e, ao ir no lançamento de uma Saraiva aqui no meu bairro me deparo com um box com os melhores contos de H.P. Lovecraft, o pai do horror, por apenas 39 temmers. Agarrei e não soltei mais. Comecei a leitura um pouco lenta, achava o modo de escrita um pouco mais difícil de compreender, mas insisti e me adaptei rapidinho, e hoje, depois de iniciar nesse tipo de leitura afirmo que era besteira aquele preconceito que eu tinha antigamente, que na verdade não passava de falta de conhecimento do assunto.
A Cor que Caiu do Céu é um dos 3 livros que compõem o box, e nele vemos 3 contos de tirar o fôlego de qualquer um que se atreva a ler.

A Cor que Caiu do Céu (1927)

"Na história, um vilarejo a oeste de Arkham vê-se ameaçado quando um meteoro cai na propriedade de um fazendeiro local e traz consigo uma estranha aberração cromática que afeta a flora e a fauna da região — e cria o cinzento e estéril “descampado maldito” onde nada cresce. 

Ele (1925)

"Ele conta a história do narrador que deixou a Nova Inglaterra para se aventurar na cidade de Nova York em busca de inspiração para seus poemas. No entanto, ele se desaponta com o estado de decadência e morte da cidade. Ele só se aventura a explorar as ruelas e becos à noite, quando elas ainda preservam um quê de tempos antigos, misteriosos e prósperos.
Em uma dessas noites, o narrador recebe a visita d'Ele, que o convida a fazer um tour pelos lugares históricos da cidade e desconhecidos pela maioria das pessoas. Instigado, o narrador concorda e o segue até uma mansão estilo georgiana invadida pelo cheiro de mofo. É aí que o narrador percebe que o seu anfitrião está vestindo roupas do século XVIII. O estranho lhe conta que seu antepassado descobriu os segredos dos nativos Americanos com relação ao tempo e espaço. Depois de aprender seus rituais, o ancestral lhes deu um rum envenenado, matando a todos. Ele foi o único que restou em posse desse conhecimento milenar. O estranho anfitrião confia ao seu convidado este tão bem guardado segredo."

O Horror em Red Hook (1925)

"O primeiro dos contos não poderia deixar de ser O Horror em Red Hook, que é história do detetive de polícia F. Malone que se mudou para uma cidade pacata após passar por uma experiência traumática e incomum que marcara para sempre a sua vida. Tudo começou quando Malone passa a investigar o caso do Sr. Robert Suydam, um erudito conhecido por sua autoridade respeitada em superstição medieval que começou a adotar comportamentos incomuns e a se misturar com os criminosos mais temidos da tenebrosa Red Hook. Acontecimentos estranhos passam a deixar as vielas de Red Hook ainda mais obscuras, pessoas de feições estranhas começam a surgir do nada, enquanto outras simplesmente desaparecem, o caos se instala e só Malone consegue perceber um ar sobrenatural e temível diante desses acontecimentos isolados, o que de certa forma coloca a sua sanidade em questão e mexe profundamente com a nossa e a sua investigação sobre tais acontecimentos se torna cada vez mais perigosa."
O que eu posso afirmar com muita convicção é que estou gostando muito de conhecer esse tipo de literatura, além de conhecer um novo gênero e novos autores também! Vou ler os outros livros do Box e volto pra contar mais pra vocês! 

15 comentários:

  1. Oi, Thami!

    Apesar da fama do autor, ainda não li nada dele, mas fico contente de saber que a experiência está sendo boa para você! Tenho muita curiosidade com os livros do Lovecraft

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Acredita que eu nunca havia ouvido falar nem dos livros nem do autor? gostei da dica
    beijos
    http://lolamantovani.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Thami
    Confesso que não conheço o autor e também não estou familiarizada com esse tipo de leitura. Fico feliz que tenha superado um preconceito e descoberto uma nova paixão na literatura!!!
    Beijos,
    http://ofantasmaliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Thami,

    Nunca li nada do autor mas falam muito bem de suas obras.
    É um estilo que não costumo ler, mas preciso pegar para mudar um pouco.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  5. Nossa, não conhecia essa franquia! Vou procurar!

    https://clebereldridge.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. que box super bacana, sou louca pra ler alguma coisa do Lovecraft

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  7. Gente, eu não conhecia o autor, mas amo histórias assim. Já faz um tempinho que não leio nada do tipo e fiquei pra lá de curiosa pra conferir!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    Romantic Girl

    ResponderExcluir
  8. Oi, Thamiris.
    Não conhecia o autor, mas eu gosto de livros de suspense, mistério, terror.
    Espero poder ler algo do tipo em breve.
    Bela resenha.
    Abraços.
    Diego || Diego Morais Viana

    ResponderExcluir
  9. Amei sua resenha Thamiris. Confesso que não gosto muito desse tipo de história, mas fiquei feliz por você ter se surpreendido!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Thami, tudo bem? Eu li os dois primeiro e gostei. Não é exatamente uma leitura simples, mas Lovecraft conseguiu me envolver bastante nos contos, principalmente em A cor que caiu do céu.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  11. Olá, Thamiris.
    Acho que a dificuldade de ler clássicos está na linguagem mais difícil. Mas hoje em dia tem algumas edições que trazem traduções mais fácies de ler e compreender. Não lembro de ter lido anda dele, mas achei esse box lindo.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  12. Eu nunca tinha ouvido falar desse autor mas estou me arriscando no gênero agora, também, com SK.
    Vou mantê-lo em mente e quem sabe futuramente ler algo dele.

    Rapeize Dinâmica | @english.tips.br

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia esses livros. Amei o Post!
    Beijinhoos. ❤
    https://lewestinblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Interessante. Eu também já ouvi falar mas pouco sei sobre esses livros. Gostei de saber que apesar da escrita um pouco difícil, você está gostando da leitura!

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir

| Blog Misto Quente | Siga no Instagram | Curta no Facebook |